E Zás #69 – David Weiss & Point Of Departure, Abdala e Las Ligas Menores

1. O jazzista nova-iorquino David Weiss e sua trupe lançaram este ano um álbum bem bonito: “Wake Up Call”, trazendo releituras sem grandes arroubos de invenção mas bem justas pra temas de John McLaughlin (“Sanctuary ),  Wayne Shorter (“Two Faced”), Tony Williams (“Pee Wee” e “The Mystic Knights of the Sea”) dentre outros nomes bem estabelecidos do jazz contemporâneo, como o brasileiro Lelo Nazário, que ganhou uma releitura bem livre de seu tema “Sonhos Esquecidos”. O álbum foi gravado em novembro de 2015, mas só encontrou a luz do dia em fevereiro deste ano.

2. “São canções que mergulham em universos religiosos globais trazidos pra uma perspectiva própria de composição”, diz 0 goiano Abdala ao site Thump, sobre seu novo – é ótimo! – trabalho, There is no God but You. O lançamento, como não podia deixar de ser, é doótimo selo do produtor, Propósito Records.

3. Las Ligas Menores foi uma dica que pesquei do DJ Dago Donato em rede social. A banda argentina parece que já tem uns 5 anos de atividade e alguns trabalhos lançados tá pra começar carreira internacional e faz esse som macio e aconchegante, cheio de sacadas simples e diretas sobre a vida cotidiana, como “tengo un par de cosas tuyas tiradas en mi cuarto y no sé qué hacer / prefiero devolvertelas todas / y no mirarlas porque me hace mal / ay qué dolor, prefiero dormir todo el día de hoy / sin pensar en las cosas que tengo que hacer / quedarme acá guardada de todo / ni siquiera una canción puedo escuchar hoy”. Dessas “bobagens” gostosas, que grudam na mente de um jeito bom. Escutem abaixo:

 

Anúncios