quadrinho-mujica

E Zás #34 – Uma Geral No Que Tá Rolando

HD queimado, parada obrigatória, mas cá estamos novamente compilando o que rolou na minha barra de navegação de mais interessante.

1. Pra fãs de Neurosis e quetais, Crushing Darkness de São Paulo. Peso!!

 

2. 20 anos atrás, o Brasil produzia o som mais brutal no mainstream – e foi um desses bons momentos onde a música comercial superava em qualidade a música independente. War for territory, gringos!!

 

3. O que aconteceria se o Pepe Mujica oferecesse um jantarzinho pra patuscada conservadora? Clique aqui e chore de rir! Cortesia do ótimo Dinâmica de Bruto!

 

4. Toni Negri pras massas, opa, digo, multidões?? De qualquer forma, reggae melhor do que qualquer coisa dessa onda abissal de reggae universitário.

 

5. Por falar nisso, Fausto Fanti presente! Não dava pra não lembrar a triste ida do maior humorista contemporâneo brasileiro!

 

6. O chapa Tiago Mesquita dando aquela aula de sempre sobre arte – desta vez o tema é Lygia Clark!

 

7. O Belgrado tá em turnê no Brasil – só ouvi agora e gostei! Se tocar perto de vocês, não vacilem!

 

8. Nicolau Sevcenko se foi, um dos intelectuais que mais mexeu com minha percepção de mundo. Saca o papo:

Eu acho que essa é a nossa luta atual, se vamos fazer isso ou não as duas tendências estão no ar, mas agora elas são visíveis. Na época da hegemonia do neocapitalismo a questão não se colocava, por isso prevaleceu o conceito de “pensamento único” ou a ideia do “fim da história”. É agora que a gente vê com mais clareza, quando a coisa chegou no limite: ou restauramos essas democracias, restauramos a autonomia, a capacidade de decisão das populações e refazemos o processo de democratização e de redistribuição do tipo do pós-guerra, no momento da construção do Estado do Bem-Estar Social ou, de uma vez por todas, enfim… admitamos que o caos é o destino, que não há alternativas, que só resta esse apocalipse financeiro e a destruição dos recursos naturais, com todos passivamente assistindo  a corrida para o século XXI terminar num mergulho no abismo.

Essa entrevista com ele é uma ótima homenagem a ele

 

9. Diálogo entre gerações, Criolo refaz Chico Buarque, Chico agradece Criolo Doido. Grande momento da música no século 21.

 

10. Um mês de tantas perdas significativas, nenhuma delas foi maior do que a da Nessa Chascarrilho, uma dessas almas que passam rápido por nossa convivência e dão a límpida certeza que o ser humano pode ser mais. O Eduardo Ribeiro realizou essa bonita homenagem a ela no Noisey. O olho dá aquela suadinha só de pensar no tamanho da perda pra quem fica. Viva a riot grrl mais discreta e fundamental do Brasil!

 

 

Veja outros Zás:

Zás #33
Zás #32
Zás #31
Zás # 30