A lady with a squirrel  and a starlight.

E… Zás!! #10 – Uma geral no que anda rolando!

1. Lendo sobre e lembrando da pilhagem e agressão sistemática ao qual o continente africano é submetido (o Mali, como visto no posdt anterior é exemplo atual disso), há de se lembrar que a África é um pouco aqui também, como explica o DJ Tudo e Sua Gente De Todo Lugar no som “Nossa África”:

2. O grande jornalista Bernardo Kucinski lançou em 2012 um mui bem comentado romance sobre a ditadura militar, K. O livro já foi traduzido para 4 idiomas e foi lançado no Brasil a preço popular pela editora Expressão Popular. Nesta entrevista no sempre ótimo blog do Instituto Moreira Salles, ele fala um pouco sobre a obra e dos desafios de falar sobre um tema que interferiu diretamente em sua vida. A saber: Bernardo teve uma irmã “desaparecida” durante o regime militar.

3. O grande Fred Coelho cantou a bola e eu tô aqui reverberando: Jards Macalé é o maior! Esse curta do Vincent Moon merecia ganhar MUITOS prêmios. Sério, é muito muito bonito, documento à altura do grande Jards Macalé.

<p><a href=”http://vimeo.com/50216065″>O PATO • a very short portrait of JARDS MACALÉ</a> from <a href=”http://vimeo.com/vincentmoon”>Vincent Moon / Petites Plan&egrave;tes</a> on <a href=”http://vimeo.com“>Vimeo</a>.</p>

Aliás, vale destacar a parceria do mestre Macau com a garotada do Dorgas. Ficou aquele sabor que a parceria rende muito muito mais.

4. Algum amigo reclamou que estava falando pouco de artes plásticas por aqui. Tá bem, eu aceito o argumento – ou melhor, dando uam de PROCON, a reclamação. Vi algum amigo de facebook colocando o site Escape Into Life e recomendo MUITO. É uma rede de pessoas falando sobre artes em geral (sobretudo as plásticas) contemporânea, onfde pode-se descobrir uns troços bacanas de verdade – como as que vão aqui abaixo.

Jane Seymour.

Jane Seymour.

5. O ótimo programa da TV Brasil, Uma Nova África, vai exibir um especial sobre “A África Depois da Copa”. Se termos em conta os demais episódios que podem ser vistos aqui, não será uma visão 100% chapa branca e dará pra sentir o drama das “perdas e danos” que a mesma vai causar no Brasil.